Conto de fadas destruído ? Konami vive pesadelo

Hoje estamos presenciando um momento triste na atual geração de videogames. Uma das melhores surpresas de 2014, P.T., sumiu da PlayStation Store, deixando uma lacuna que dificilmente será preenchida.

image

image

image

O site oficial inclusive já estámostrando que o teaser se foi e agradece a todos que tiveram a oportunidade de jogá-lo. A notícia é a ultima de uma série de lamentáveis acontecimentos, que começaram nos rumores sobre a saída de Kojima da Konami, levando até ocancelamento do aguardado Silent Hills que seria produzido por Guillermo del Toro e ele, jogo o qual inclusive Kojima prometeu que faria os jogadores “borrar as calças” de tanto medo. Seria o renascimento da série.

Muito se especula sobre o que estaria acontecendo dentro da Konami, aquela que já foi uma das maiores empresas deste ramo de videogames que tanto adoramos, especialmente em sua passagem pelo Nintendinho e MSX, quando era uma das principais desenvolvedoras de jogos para eles, onde quase tudo que ela lançava era digno de elogios.

Estaria a Konami realmente se preparando para deixar o mercado de consoles e focar apenas em mobile e máquinas Pachinko? Um artigo que foi publicado hoje no siteGamesindustry tem uma abordagem bastante interessante a respeito do assunto, explicando quenos primeiros 9 meses do ano fiscal de 2015 apenas 43% da receita gerada pela Konami veio dos videogames. Em 2009, esse valor era de 60%. E a parte que continua tendo sucesso nesse segmento é justamente a de jogos sociais e mobile, enquanto que jogos para consoles e máquinas arcades estão em declínio.

O que reforçaria ainda mais um possível abandono do mercado de consoles por parte da empresa é que, desde 2013, ela não publica quase nada para eles. Neste ano, apenas Metal Gear Rising Revengeance Pro Evolution Soccer 2014foram publicados. No ano seguinte, 2014, apenas os dois jogos Castlevania: Lords of Shadow 2Pro Evolution Soccer 2015 e a demo MGS V:Ground Zeroes. Se incluir o Japão, não muda muita coisa, um ou dois jogos de beisebol por ano e nada mais. Em 2015 ela ainda não publicou nada, no mundo inteiro. E na atual geração de consoles, apenas Pro Evolution Soccer 2015 foi lançado.

As IPs da Konami estão entre as mais fortes na indústria, ela sabe disso. Ela não vai simplesmente abrir mão delas e jogá-las no ralo. Caso ela se afaste do mercado de consoles, o que ela pode fazer é terceirizar todo o trabalho, licenciando as IPs para outras produtoras, sem correr os riscos que você tem quando investe muito dinheiro em um jogo AAA.

Vale lembrar, é claro, que tudo que está sendo dito aqui a respeito da Konami não passa de especulação. Ela não se pronunciou oficialmente sobre o que vai fazer e nem mesmo confirmou se Kojima realmente irá deixar a empresa após The Phantom Pain ser lançado (embora esteja bem claro que sim). Devemos aguardar para ver o desfecho desta história e saber se aquela que já foi uma das mais respeitadas produtoras de jogos para videogame, terá um futuro, tomara que não tenha um desfeche triste pois a Konami tem bons jogos no seu repertório como Silent hill, Pes e etc…
Se for este fim, irá deixar vários gamers surpresos e certemente irá bater uma saudade daquela empresa que marcou gerações.

Fonte: Uol

Publicado do WordPress para Android

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s