Típico jogo para ser conhecido

O desenvolvedor Scott Cawthorn anunciou o quarto jogo da série de horror “Five Nights at Freddy’s”, que tem lançamento previsto para 31 de outubro.

image

Cawthorn fez a revelação com a imagem acima, que traz os dizeres “The Final Chapter”. Isto pode indicar que este é possivelmente o último jogo da série, mas também pode ser referência a “Sexta-Feira 13 Parte 4: O Capítulo Final”, que supostamente terminaria a saga de Jason Vorhees… E que recebeu mais sete sequências e um reboot desde então.

Por enquanto não há plataformas confirmadas para “Five Nights at Freddy’s 4”, mas é provável que, como seus antecessores, o jogo seja lançado no PC e plataformas mobile.
Trailer: http:// https://m.youtube.com/watch?v=y9uvPbW6lRQ

Casa de horrores

Lançado para PC em agosto de 2014, em “Five Nights at Freddy’s” o jogador toma controle de um guarda noturno do restaurante Freddy Fazbear’s Pizza (paródia da rede americana Chuck E. Cheese) que tem como principal atração uma banda de animais animatrônicos.

Durante a noite, estes animais podem perambular livremente pelo restaurante, matando qualquer pessoa em seu caminho. Durante cinco noites, o jogador deve monitorar a movimentação dos bonecos por câmeras, e se trancar na sala de segurança quando um deles estiver por perto.

“Five Nights at Freddy’s” recebeu duas sequências e versão para plataformas mobile.

Para se conhecer mais um pouco…

De vez em quando um jogo surge e, do nada, vira mania. As vezes de maneira incompreensível ou difícil de explicar. Foi assim com “Minecraft” e tantos outros. A bola da vez  é “Five Nights at Freddy’s”, que já é o terceiro jogo mais popular no YouTube, com mais de 954 milhões de visualizações mensais, segundo pesquisa do New Zoo. A razão por trás de tamanho sucesso? O game adora pregar sustos nos jogadores.

Disponível para computadores, smartphones e tablets, “Five Nights at Freddy’s” é um jogo do estilo “apontar e clicar” que custa entre R$ 10 e R$ 20, no qual você tem poucas ações para fazer – mas isso não quer dizer que é um jogo fácil.
“FNAF”, como o jogo é citado por seus fãs, tem como principal atrativo robôs animatrônicos que divertem as crianças durante o dia em lanchonetes. Mas quando a noite chega, essas máquinas ganham vida e andam livremente pelo estabelecimento, como se estivessem vivas. No jogo você encarna um segurança do restaurante que deve passar cinco noites observando essas criaturas perambulando de um lado para outro e tentar sobreviver às suas investidas assustadoras.
A mecânica é bem simples: você fica na sala de segurança e observa os corredores e salas do restaurante, prestando atenção no movimento dos robôs usando o circuito interno de vigilância. Caso eles cheguem próximo à sala de segurança você deve se trancar e até que eles saiam de lá. A regra número 1 é: não seja visto pelos robôs ou você terá uma morte terrível – um bicho pula na tela fazendo um som assustador.

twist é que, para sobreviver, você tem que racionar a energia elétrica limitada para se defender. E tudo o que você faz para se defender, como visualizar as câmeras, trancar a porta e acender a luz, vai custar recursos preciosos que determinam suas chances de sobrevivência. E é aí que os sustos começam.
A mecânica é bem simples: você fica na sala de segurança e observa os corredores e salas do restaurante, prestando atenção no movimento dos robôs usando o circuito interno de vigilância. Caso eles cheguem próximo à sala de segurança você deve se trancar e até que eles saiam de lá. A regra número 1 é: não seja visto pelos robôs ou você terá uma morte terrível – um bicho pula na tela fazendo um som assustador.

Medo do escuro

A simplicidade de “FNAF” deixou o jogo bem acessível para qualquer pessoa jogar. E o divertido é ver como esses robôs com aparência fofinha ficam com um ar realmente macabro no escuro. A ambientação é tão horripilante que dificilmente você consegue conter os gritos de susto e medo. E justamente esses gritos estridentes se tornaram uma febre viral no YouTube.

O youtuber norte-americano Mark Iplier é o mais assistido e já conta com uma série de vídeos que, somados, ultrapassam os 250 milhões de visualizações – seu vídeo mais visualizado já foi visto mais de 33 milhões de vezes. Seus gritos de pavor são engraçadíssimos e mesmo quem não entende inglês se diverte com as reações dele.

No Brasil, os canais Coisa de Nerd, Resende Evil e RandonsPlays mostram seus apresentadores gritando como criancinhas e também atraem milhares de jogadores, veja aqui uma demonstração
http:// https://m.youtube.com/watch?v=JrYrp-2BBRE

Publicado do WordPress para Android

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s